ESCRITORA - CURSOS

PALESTRAS - COACHING - CURADORIA

Meu pai é o máximo

As ilustrações são impressas em relevo pontilhado para facilitar a leitura pelo leitor com deficiência visual.

 \  Meu pai é o máximo

Meu pai é o máximo

meu pai é o máximo
Editora: AEILIJ Solidária/Fundação Dorina Nowill para cegos
Ano de publicação: 2012
Ilustrações: Danilo Marques

No dia 26 de agosto de 2010, eu e Roberto Gallo, representando respectivamente a AEILIJ e a Fundação Dorina Nowill para cegos, assinamos um termo de parceria entre as instituições para darem início à Coleção AEILIJ Solidária. A primeira tiragem dos livros foi patrocinada pela Fundação Itaú Social e Bradesco, sendo mais de 35 mil exemplares distribuídos para 5 mil bibliotecas, escolas e organizações de todo o Brasil. As obras também estão a venda na loja virtual da instituição. Os livros podem e devem ser lidos por todos, mas foram produzidos para atender às crianças com pouca ou nenhuma visão. Para isso, foi feita impressão em Braille por sobre o texto com fonte ampliada. As ilustrações são impressas em relevo pontilhado, com poucos detalhes e cores fortes e chapadas, para facilitar a leitura pelo leitor com deficiência visual.
Meu pai é o máximo é o meu título da coleção e conta a história de uma menininha cega que um dia chega em casa arrasada, porque nunca vai poder pedalar sentindo o vento no rosto. O pai, arrasado com a tristeza da filha, vai inventar uma solução para o problema. E que solução, afinal, ele é o máximo!

Deixe sua resposta

IDENTIFICAÇÃO

Esqueceu a senha? Registrar-me